13.1.22

VOCÊ SABE COMO ATIVAR OS CHAKRAS? APRENDA AQUI!

Publicado por  em 

Se você busca equilíbrio e saúde na vida, deve entender como ativar os chakras e por que tê-los desequilibrados afeta nosso bem-estar. Quando falamos em chakras, nos referimos às energias que se movem dentro de nós.

Tudo ao nosso redor é energia e, claro, nosso corpo não é exceção. Quando estão bloqueados ou hiperativos, provocam um desarmonia no organismo, resultando em cansaço extremo ou problemas na saúde física e mental. O desequilíbrio de um altera o de outros também.

Já o alinhamento dos chakras tende a propiciar alegria, vitalidade, serenidade e aumento da clarividência. Em outras palavras, há estabilização do estado físico e psicológico. Temos sete principais, distribuídos em diversos pontos do corpo: quatro estão na parte superior e governam nossas propriedades mentais e três, na parte inferior, e guiam nossas propriedades instintivas.

Separamos, a seguir, algumas formas de ativar os chakras para contribuir com o aumento do seu bem-estar. Acompanhe! 


Base

Também chamado de chakra raiz ou muladhara, ele se localiza na base da coluna vertebral. É representado pelo elemento terra, pela cor vermelha e pela pedra turmalina negra. Está ligado a questões de sobrevivência, envolvendo, assim, as financeiras e as físicas, como alimentação e vida sexual.

Quando há desequilíbrio, a pessoa pode sentir desconfiança, medo, nervosismo, materialismo e ganância. Já o equilíbrio promove capacidade de lutar pelos nossos ideais e oferece sensação de segurança. É possível ativar o chakra base:

  • pela alimentação: aipim, batata-doce e cenoura;
  • por atividades: ligadas à terra e à jardinagem, como andar descalço na grama e plantar na horta. Outra ideia é visualizar uma flor vermelha fechada e, depois, energias saindo dela. enquanto as pétalas se abrem;
  • por meditação: colocar as mãos sobre ele e entoar o mantra LAM três, nove, 27 ou 108 vezes.

Sacro

Também chamado de sexual ou swadhisthana, localiza-se acima da púbis e embaixo do umbigo. É representado pelo elemento água, pela cor laranja e pela pedra jaspe vermelho. Está ligado a sentimentos, sexualidade e criatividade.

Em desequilíbrio, causa dificuldade de estabelecer laços, egoísmo, sensibilidade extrema, hiperssexualidade e depressão. Já o equilíbrio leva à facilidade na manifestação criativa, qualidade nos sentimentos, no amor e no sexo. É possível ativar o chakra sacro:

  • pela alimentação: água pura, salmão, gergelim e sementes de abóbora;
  • por atividades: sentar-se em frente a uma fonte que tenha o barulho de água caindo e concentrar-se enquanto a contempla. Colorir desenhos ou brincar com crianças;
  • por meditação: colocar as mãos sobre ele e entoar o mantra VAM três, nove, 27 ou 108 vezes.

Plexo solar

Conhecido pelos nomes de chakra umbilical ou manipura, fica na região do estômago. É representado pelo elemento fogo, pela cor amarela e pela pedra citrino. Está ligado ao corpo mental, a emoções densas (ansiedade, angústia, raiva e medo) e à autoestima.

O desequilíbrio pode levar à falta de confiança em si mesmo e a complicações gastrointestinais. É possível ativar o chakra plexo solar:

  • pela alimentação: abacaxi, milho e grão-de-bico;
  • por atividades: tomar um banho de sol nos horários mais seguros. Observar o fogo;
  • por meditação: colocar as mãos sobre ele e entoar o mantra RAM três, nove, 27 ou 108 vezes.

Cardíaco

Também conhecido como chakra do coração ou anahata, fica no centro do peito. Representa o corpo astral e está associado à compaixão e ao sistema imune. É representado pela cor verde, pelo elemento ar e pela pedra quartzo verde.

O desequilíbrio pode levar a depressão, angústia e taquicardia. Em equilíbrio, promove segurança, sabedoria e estabilidade. É possível ativar o chakra cardíaco:

  • pela alimentação: spirulina, manjericão e espinafre;
  • por atividades: estar em contato com a natureza, como a mata. Ter um “diário da gratidão” e anotar o motivo de se sentir grato;
  • por meditação: colocar as mãos sobre ele e entoar o mantra YAM três, nove, 27 ou 108 vezes.

Laríngeo

Conhecido como chakra da garganta ou vishuddha, fica no pescoço. Está ligado às glândulas tireoides, à comunicação e à autenticidade. É representado pela cor azul celeste, pelo elemento éter e pela pedra quartzo azul.

O desequilíbrio dificulta a tomada de decisões, causa dores no pescoço e na garganta ou aumenta o comportamento de falar demais sem pensar. Já o equilíbrio promove facilidade para se expressar e bom discernimento. É possível ativar o chakra laríngeo:

  • pela alimentação: mirtilo, amora, pêssego, pera e maçã;
  • por atividades: sentar-se em um local silencioso e sentir o aroma de incensos suaves, como o de flor de jasmim;
  • por meditação: colocar as mãos sobre ele e entoar o mantra HAM três, nove, 27 ou 108 vezes.

Frontal

Conhecido como chakra do terceiro olho ou ajna, fica localizado na testa, entre as sobrancelhas. É representado pela cor azul índigo, por todos os elementos e pela pedra sodalita. Está ligado à intuição, à imaginação e à sabedoria.

O desequilíbrio provoca falta de foco, sinusite, confusão mental, hiper imaginação e alucinações. O equilíbrio aumenta a capacidade intuitiva. É possível ativar o chakra frontal:

  • pela alimentação: framboesa, jabuticaba, mirtilo, uva roxa, salmão, linhaça, nozes e sardinha;
  • por atividades: observar o nascer ou o por do sol;
  • por meditação: colocar as mãos sobre ele e entoar o mantra OM três, nove, 27 ou 108 vezes.

Coronário

Ele é o principal dos chakras, conhecido como sahasrara, fica no topo da cabeça. É representado pela cor violeta, por todos os elementos e pela pedra ametista. Está ligado ao cérebro, à consciência, à produção de serotonina, à beleza interior e à espiritualidade.

O desequilíbrio provoca problemas neurológicos, fobias e tendências suicidas. É possível ativar o chakra coronário:

  • pela alimentação: cacau e banana;
  • por atividades: fazer um serviço de caridade. Refletir sobre os aprendizados obtidos diante de situações desafiadoras;
  • por meditação: colocar as mãos sobre ele e entoar o mantra AUM três, nove, 27 ou 108 vezes. Contudo, atenção com relação a essa energia. Não medite sobre ela se o chakra básico não estiver em ordem.




Pesquise por assunto

Postagens mais visitadas do mês.

As postagens mais visitadas do site.

Vega - Total de visualizaçõs.

Local de acessos desde 10/02/2021

Map

Vega Conhecimentos

VEGA – INSTITUCIONAL

Finalidadelevar conhecimentos ao maior quantidade de pessoas possível, pra que saiam da Matrix. 

Quem sou euperfil

Contatosvega@vega-conhecimentos.com 

Vídeos e Filmes: links(s) são direcionados ao(s) servidores de origem.

Contribuímos, mensalmente:

Médicos Sem Fronteiras  e a AACD

Privacidade e Termos de Utilização, o padrãoGoogle - 1998/2022.