Mostrando postagens com marcador Religioes. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Religioes. Mostrar todas as postagens

31 de mar. de 2020

ZELOTTA

Conhecendo a História ou a Hestória?


Livros,
Imagem: Google.

Dois mil anos atrás, um pregador judeu atravessou a Galileia realizando milagres e reunindo seguidores para estabelecer o que chamou de ‘Reino de Deus’. Assim, lançou um movimento revolucionário tão ameaçador à ordem estabelecida que foi capturado, torturado e executado como um criminoso de Estado. Seu nome era Jesus de Nazaré. Poucas décadas após sua morte, seus seguidores o chamariam de ‘o filho de Deus’. Com uma prosa envolvente, baseada em uma pesquisa meticulosa, o escritor e especialista em religião Reza Aslan mergulha na turbulenta época em que Jesus viveu, reconstruindo com maestria a Palestina do século I em busca do Jesus histórico. 


19 de fev. de 2020

SANTA-EDWIGES


Saiba mais sobre a trajetória de fé de Santa Edwiges


Conheça a história da padroeira dos pobres, dos endividados e protetora das famílias, Santa Edwiges e peça por sua intercessão. 






10 de fev. de 2020

EFEITO-ISAÍS

O Efeito Isaías e o poder da oração – de Gregg Braden


Isías



No livro “O Efeito Isaías”  diz que estamos apenas a usar uma pequena parte da “equação” da oração, os elementos que estão a faltar são a ,emoção, o pensamento e o sentimento; São estes os elementos que, quando devidamente alinhados são a fórmula para a criação.

9 de fev. de 2020

LINGUAGEM-ENOQUIANA

enoque

Enoquiano é um nome relacionado a língua angélica, tendo sido criado por John Dee e seu assistente Edward Kelley no final do século XVI. Segundo Dee, essa língua teria sido revelada por anjos. Alguns praticantes conteporâneos de magia, como Aleister Crowley consideram o enoquiano uma língua útil para ser usado em rituais mágicos, enquanto outros ...


11 de jan. de 2020

MAGIA-ELEMENTAL-RELIGIÕES.

CLIC NO PLAYER E  OUÇA O TEXTO.



O Conhecimento Iniciático sempre se utilizou de imagens específicas para representar o Cosmos, o universo, a vida espiritual e suas múltiplas formas de manifestação, Evolução e Involução. De acordo com os postulados da psicologia interior, essas realidades eram representadas em linguagem simbólica, parabólica e/ou metafórica. Temos símbolos universalmente aceitos por todas as culturas e pensamentos, como as Montanhas, os Templos, as Espadas e os Cálices e temos também as árvores sagradas.

A Árvore Misteriosa, situada no centro do paraíso, é um símbolo encontrado em todas as culturas espirituais representando a estrutura do universo. Normalmente seus galhos tocam os confins do Infinito e suas múltiplas dimensões, e seus frutos representam os atributos positivos do Eterno.

Sem exceção, a Árvore Sagrada fez parte das tradições genesíacas de povos, tais como os maias, astecas e incas, os egípcios, os cabalistas hebreus, persas, druidas, povos nórdicos, chineses, japoneses, coreanos, maoris, nativos africanos etc. Vejamos alguns exemplos como ilustração.


31 de dez. de 2019

'Bíblia' de Gutenberg.

Fatos surpreendentes sobre o livro que mudou a história

Direito de imagemGETTY IMAGESImage captionA prensa e a Bíblia de Gutenberg de 1450 mudaram a forma como acessamos informação

Johannes Gutenberg criou uma revolução há quase 600 anos. Com a invenção da prensa de tipos metálicos móveis, na década de 1450, esse ferreiro e editor alemão tornou os textos na Europa mais acessíveis.

Muito antes, livros como o Diamond Sutra, a mais antiga obra impressa conhecida, cuja cópia mais antiga remonta ao ano de 868, foram produzidos na China e na Coréia com impressoras feitas primeiro em madeira e depois em bronze.


Mas a invenção de Gutenberg era diferente. Com ela, foi possível imprimir muitas cópias do mesmo texto rapidamente. E o livro que Gutenberg escolheu para iniciar sua produção em série foi a Bíblia. 

12 de dez. de 2019

JESUS-CRISTO-DEUS=SOL

MITRA

Mitra ou Amigo é o deus do sol, da sabedoria e da guerra na mitologia persa. Ao longo dos séculos, foi incorporado à mitologia hindu e à mitologia romana. Na Índia e Pérsia, representava a luz, significando, literalmente, em persa, "Divindade solar". Representava também o bem e a libertação da matéria. Era filho do deus persa do bem, Aúra-Masda, e lutava contra os inimigos deste com suas armas e com seu javali Verethraghna. Era identificado com o sol, viajando todos os dias pelo céu com sua carruagem para espantar as forças das trevas. Era uma das mais populares divindades persas. Com sua adoção pelos romanos, tornou-se especialmente popular entre os soldados, que lhe ofereciam touros.


Existem referências a Mitra e a Varuna de 1 400 a.C. como deuses de Mitani, no norte da Mesopotâmia. Entre os persas, apareceu como filho de Aúra-Masda, deus do bem, segundo as imagens dos templos e os escassos testemunhos escritos. Mitra nasceu perto de uma fonte sagrada, debaixo de uma árvore sagrada, a partir de uma rocha (a petra generatrix; Mitra é, por isso, denominado de petra natus). Sua primeira menção é de aproximadamente 3400 anos atrás, sendo descrita como companheira de Varuna, o deus do equilíbrio e da ordem do cosmo. Por volta do século V a.C., passou a integrar o panteão do zoroastrismo persa: a princípio, como senhor dos elementos; depois, sob a forma definitiva do deus solar.

Após a vitória de Alexandre, o Grande, sobre os persas, o culto a Mitra se propagou por todo o mundo helenístico. Nos séculos III e IV da era cristã, as religiões romanas, identificando-se com o caráter viril e luminoso do deus, transformaram o culto a Mitra no mitraísmo.

7 de dez. de 2019

APÓCRIFO-EVANGELHO-TOMÉ

O  Evangelho de Tomé é chamado de apócrifo, pois não faz parte do cânone definido pela igreja católica de Roma porque, na opinião desta instituição, não teria sido inspirado por Deus; mas é, de fato, um apócrifo no verdadeiro sentido do termo grego de que deriva, pois é um texto oculto, secreto, reservado a iniciados nos mistérios do ocultismo, como o autor define logo no início ao dizer:
Evangelho de Tomé

INTRODUÇÃO AO EVANGELHO DE TOMÉ

O  Evangelho de Tomé é chamado de apócrifo, pois não faz parte do cânone definido pela igreja católica de Roma porque, na opinião desta instituição, não teria sido inspirado por Deus; mas é, de fato, um apócrifo no verdadeiro sentido do termo grego de que deriva, pois é um texto oculto, secreto, reservado a iniciados nos mistérios do ocultismo, como o autor define logo no início ao dizer:

23 de nov. de 2019

Possessão Demoníaca

Como Sacerdotes Diferenciam Possessão Demoníaca de Insanidade Mental.  Em 1999, o Vaticano reviu as suas orientações tanto para realizar exorcismos e determinar se a pessoa estava realmente sofrendo de uma possessão demoníaca ou de alguma forma de doença mental.Como Sacerdotes Diferenciam Possessão Demoníaca de Insanidade Mental.


Em 1999, o Vaticano reviu as suas orientações tanto para realizar exorcismos e determinar se a pessoa estava realmente sofrendo de uma possessão demoníaca ou de alguma forma de doença mental.


21 de set. de 2019

COMPILADO: LIVRO DE ENOQUE

 A HISTÓRIA PROIBIDA PELA BÍBLIA


Enoque
Enoque
Como conta Gênesis 5,18-21, Henoc (também se usa Enoch ou Enoque) é filho de Jared e o pai de Matusalém e bisavô de Noé. Assim Gênesis resume a vida dele:
Henoc andou com Deus. Depois do nascimento de Matusalém, Henoc viveu trezentos e sessenta e cinco anos. Henoc andou com Deus, depois desapareceu, pois Deus o arrebatou. (Gênesis 5,26-27).




11 de mai. de 2019

Lobsang Rampa; A Verdade e as Religiões

PERGUNTA: O senhor não é cristão, não foi criado na Bíblia, o que pensa dela?
Por Lobsang Rampa

RESPOSTA: Bem, tem de lembrar-se, para começar, que a Bíblia foi escrita muitos e muitos anos depois dos acontecimentos que são relatados. E ainda, que foi traduzida, mal traduzida e retraduzida muitas e muitas vezes. 

O grande sacerdote fulano de tal exigiu uma nova tradução, então aparece alguém com uma, ou então o Rei James I, ou outro, decidiu que queria uma tradução autorizada. Apesar disso, ela contém muito de verdade, porque a verdade nunca morre, pode ser ocultada até certo ponto, mas para os que sabem discernir, está sempre lá. Na questão da Bíblia, há estranhos registros escritos nas línguas misteriosas da idade pré-histórica, mas nem sempre se pode tomá-los pelo seu valor aparente. Você não poderia tomar os manuscritos exatamente como se apresentam, não pode interpretá-los literalmente, teria de usar uma simbologia.

Bíblia: Ficção?


Rascunho de Manuscrito Descoberto Prova Que a Bíblia é um Trabalho de Ficção.
O primeiro rascunho da bíblia foi descoberto a universidade de Cambridge, no Reino Unido, que ficou marcado como uma das descobertas mais significativas da história moderna.O rascunho manuscrito foi encontrado somente agora porque tinha sido mal rotulado dentro de um arquivo onde ficou sem ser identificado por décadas.

15 de abr. de 2019

É verdade que o Vaticano tem várias riquezas secretas?

É difícil dizer, com precisão, o tamanho do patrimônio acumulado após séculos de catolicismo. A cidade-estado localizada em Roma goza de várias isenções fiscais e não precisa tornar sua contabilidade pública, ...

como uma empresa comum. Além disso, o Vaticano abriga dezenas de obras de arte de valor imensurável. Mas há indícios concretos (desde terrenos e investimentos até objetos pessoais) que permitem estimar ao menos parte da riqueza papal.

12 de abr. de 2019

O Livro de Ezequiel: Extraterrestres.

Vega Conhecimentos


No dia vinte e oito de Abril, durante o vigésimo quinto ano do nosso exílio — o décimo quarto depois de Jerusalém ter sido capturada — veio sobre mim a mão do Senhor, e numa visão, levou-me até à terra de Israel e me deixou sobre uma alta montanha, onde pude contemplar aquilo que me pareceu ser uma cidade, em frente de mim. 3 Ao aproximar-me vi um homem cuja aparência era como a do bronze e que estava em pé diante do portão do templo, segurando na mão uma fita para medir ...

6 de fev. de 2019

O mistério sobre quem realmente FOI Maria Madalena

Prostituta. Santa. Esposa de Jesus. Apóstola. Feminista. Os rótulos usados para definir Maria Madalena – fruto de interpretações de textos canônicos, de evangelhos apócrifos ou simplesmente expressões de crenças populares – fazem dela uma das mais enigmáticas personagens bíblicas. O primeiro contato entre Jesus e Madalena está narrado no capítulo 8 do Evangelho de Lucas. Cristo encontra Maria Madalena e expulsa dela sete demônios: “E algumas mulheres que haviam sido curadas de espíritos malignos e de enfermidades: Maria, chamada Madalena, da qual saíram sete demônios”; Lucas 8:2

Edição e imagensThoth3126@protonmail.ch
O mistério sobre quem realmente foi Maria Madalena
filme Maria Madalena, que chega aos cinemas nesta quinta (15), lança olhar sobre uma das versões da trajetória desta figura fundamental à história do cristianismo. Na obra dirigida por Garth Davis, ela aparece como uma fiel seguidora de Cristo. Mais do que isso, uma mulher à frente de seu tempo, que desafia a sociedade patriarcal da época, contrariando seu pai ao decidir se tornar uma discípula.

5 de fev. de 2019

Nossa Senhora de Fátima e os Alienígenas!

 

As supostas manifestações da virgem a três pastorzinhos em uma vila portuguesa em 1917, são um fato aceito pela Igreja Católica. No entanto, desde a década de 60, investigadores e estudiosos de fenômenos anômalos tem advertido que algumas características das aparições de Fátima são típicas de encontros com OVNIs. Parece não haver dúvida de que algo aconteceu em
Fátima em 1917.

8 de jul. de 2018

Deus Mitra


1 de jul. de 2018

Sexualidade e Religião.


c
Até cinco mil anos atrás era ignorada a participação do homem na procriação, supondo-se que a vida pré-natal das crianças começava nas águas, nas pedras, nas arvores ou nas grutas. Começava no coração da terra-mãe, antes de ser introduzida por um sopro no ventre da mãe humana. Na Grécia clássica, o sentimento amoroso mais valorizado era entre os homens, sendo a bravura e o heroísmo o resultado de tal amor.

14 de out. de 2017

Deus Indianos

Significado e Simbolismo





A maioria das pessoas reconhece que estas belas imagens são indianas, pois demonstram o esplendor da cultura do hinduísmo: cores vivas, jóias extravagantes, enfeites exagerados e presença de alguma flor ou fruto em personagens antropomorfos misturadas com animais coloridos de encher os olhos.

Mas quando vemos tudo isso em uma imagem só, não é a toa, cada detalhe tem um significado profundo,simbolismos que tem o objetivo de transformar nossa consciência. 

Na série a seguir, iremos explicar via infográfico, alguns desses belíssimos deuses reverenciados na Índia.

7 de set. de 2017

Os 10 Mandamentos: Um farsa?


Os Dez Mandamentos são um Plágio do Livro dos Mortos Egípcio?

Durante o Império Novo (c. de 1550 a 1070 a.C.) a maior parte das fórmulas dos textos dos sarcófagos, acrescidas de diversas estrofes novas, passaram a ser escritas em rolos de papiro, os quais eram colocados nos ataúdes ou em algum local da câmara sepulcral, geralmente em um nicho cavado com essa finalidade. Quando postos no sarcófago costumavam ser encaixados entre as pernas dos corpos, logo acima dos tornozelos ou perto da parte superior das coxas, antes de serem passadas as bandagens. Tais textos, que formam um conjunto com cerca de 200 estrofes referentes ao mundo do além-túmulo, ilustrados com desenhos para ajudar o defunto na sua viagem para a eternidade, foram intitulados pelos modernos arqueólogos de Livro dos Mortos. Entretanto, conforme explica o especialista em história antiga, A. Abu Bakr, esse título é até certo ponto enganoso: na verdade, nunca existiu um "livro" desse gênero; a escolha das estrofes escritas em cada papiro variava segundo o tamanho do rolo, a preferência do adquirente e a opinião do sacerdote-escriba que as transcrevia. Um "Livro dos Mortos" médio continha entre 40 e 50 estrofes.Para os egípcios esse conjunto de textos era considerado como obra do deus Thoth. As fórmulas contidas nesses escritos podiam garantir ao morto uma viagem tranquila para o paraíso e, como estavam grafadas sobre um material de baixo custo, permitiam que qualquer pessoa tivesse acesso a uma terra bem-aventurada, o que antes só estava ao alcance do rei e da nobreza. Em verdade, essa compilação de textos era intitulada pelos egípcios de Capítulos do Sair à Luz ou Fórmulas para Voltar à Luz (Reu nu pert em hru), o que por si só já indica o espírito que presidia a reunião dos escritos, ainda que desordenados. Era objetivo desse compêndio, nos ensina o historiador Maurice Crouzet, fornecer ao defunto todas as indicações necessárias para triunfar das inúmeras armadilhas materiais ou espirituais que o esperavam na rota do "ocidente".

ACESSE NOSSAS INDEXADAS

PESQUISE POR ASSUNTO

AS PREFERIDAS DO MÊS

SEJA MAIS UM(A) SEGUIDOR(A)