31 de out. de 2020

A PROSTITUIÇÃO MENTAL.

A criminologia intelectual é tão profunda e complexa que se requereriam milhões de volumes para poder estudar essa matéria. Somente nos permitimos tocar alguns pontos.

A criminologia intelectual acha-se contida em livros, revistas, arenas, cinemas, folhetos etc.

Existem em distintos países revistas pornográficas que prostituem a mente dos jovens.

Quando chega à mente uma representação pornográfica, o inconsciente retém essa representação e com ela elabora seus conceitos.

Os conceitos elaborados pelo inconsciente são o resultado exato da qualidade da representação. O Eu retém a representação nos recôncavos inconscientes da mente e elabora com ela seus conceitos.

No Mundo da Mente Cósmica os conceitos se traduzem em imagens semiconscientes. Essas são as Efígies do Mundo Mental.

No plano da Mente Cósmica o Eu fornica e adultera com essas imagens: essa é a prostituição da mente.

As poluções noturnas são o resultado morboso da prostituição mental.

Existem também as revistas dos “fracassados”.

Nessas revistas, as mulheres se anunciam, solicitam marido, alto, baixo, gordo, magro, com dinheiro etc.

Muitas jovens senhoritas seguem esse exemplo. Isto é prostituição mental, e o resultado é gravíssimo.

Começa o intercâmbio epistolar. Ama a quem não se conhece. Forjam projetos e o dia em que os casais se encontram, vem então o fracasso inevitável.

Senhoras que nunca foram prostitutas, senhoritas dignas e honradas, deixam-se enganar pelo modernismo e caem no delito da prostituição mental.

Se um clarividente estuda no Plano Mental os anúncios amorosos de todas essas revistas, poderá ver então casas de prostituição. Cada anúncio desses corresponde, no Mundo Mental, ao quarto horrível de um bordel mental.

Todo clarividente assombra-se ao ver um bordel no Plano Mental. Dentro de cada recâmara desses antros horríveis há uma prostituta deitada.

Os homens entram e saem dessas antecâmaras. Cada anúncio da revista corresponde a uma dessas antecâmaras. A mulher que colocou o anúncio está deitada na antecâmara.

Esta é a prostituição do plano mental

O verdadeiro amor nada tem a vem com esses bordéis do Plano Mental. Milhares de jovens e distintas senhoras estão se pervertendo com essa classe de revistas.

O verdadeiro amor começa sempre por um elemento de simpatia. Substancializa-se com a força do carinho e se sintetiza em suprema adoração infinita.

O verdadeiro amor é natural, sem artifícios, como o das aves, como o dos peixes do imenso mar, como o selvagem esquilo na selva impenetrável.

Samael Aun Weor

https://www.gnosisonline.org/tantrismo/a-prostituicao-mental/ 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe de sua opinião!

Pesquise por assunto

Postagens mais visitadas do mês.

As postagens mais visitadas do site.