23 de fev. de 2020

COVID-19 E A TECNOLOGIA 5G

Coronavírus na China estaria vinculado ao lançamento 5G e à guerra biológica?

Posted by Thoth3126 on 22/02/2020
O país líder mundial incontestável no desenvolvimento e implantação da telefonia 5G é a socialista China, onde não há obstáculos regulatórios [num regime comunista autoritário e ATEU] para as empresas de telecomunicações instalarem a infraestrutura necessária, apesar das preocupações de segurança levantadas pelos profissionais de saúde em milhares de estudos científicos efetuados em todo o mundo. Portanto, poderia ser uma surpresa saber que o campo de testes urbanos para a primeira implantação em larga escala de uma rede 5G foi a cidade chinesa de Wuhan, “coincidentemente” o epicentro do surto do Coronavírus (também conhecido como CoVID-19) na China. Isso é mera coincidência ou existe um link entre os dois fatos?


Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch
Coronavírus na China estaria vinculado ao lançamento 5G e à guerra biológica?
Em 6 de abril de 2018, uma declaração oficial no site da província chinesa de Hubei anunciou que a cidade de Wuhan, com aproximadamente 11 milhões de habitantes, seria a cidade piloto para a implantação do 5G:
Um programa de engenharia de rede 5G em larga escala será implantado em Wuhan para acelerar a implantação dessa nova tecnologia e, esperançosamente, atualizar o setor de TI, como foi relatado na conferência sobre planejamento e engenharia de redes 5G no início de abril.
Agora que Wuhan, como cidade piloto para a construção de telecomunicações 5G, foi aprovada pelo governo [PCC] central, em breve serão construídas 3.000 estações base macro e 27.000 estações base micro. Até o final de 2018, o uso experimental da tecnologia começará em várias áreas piloto; espera-se que seja acessível aos usuários nos Jogos Mundiais Militares em 2019. Até 2020, a rede 5G cobrirá todos os cantos da cidade e estará disponível a um preço acessível.
Enquanto a atual rede de telecomunicações 4G usada nas principais cidades do mundo envolve a transferência de dados em velocidades significativamente mais rápidas do que era possível nas redes 3G anteriores, o 5G é chamado de “internet das coisas” que inclui “produtos, de geladeiras inteligentes a semáforos e colares de cachorros”, que enviarão e receberão dados”.
A essa “internet das coisas”, podemos adicionar drones, carros sem motorista e “pessoas” [Zumbis]. Por exemplo, as câmeras de reconhecimento facial permitem que uma rede 5G rastreie o movimento e o comportamento das pessoas de maneiras que possibilitam o desenvolvimento de um “sistema de crédito social” e “estado de vigilância total” do indivíduo.
A implantação do 5G na China coincide com o desenvolvimento da Inteligência Artificial (IA) e seu crescente uso no rastreamento, transferência e controle da “internet das coisas”. De acordo com o Dr. Kai-Fu Lee, autor do livro  AI Superpowers: China, Silicon Valley and the New World Order, o uso do reconhecimento facial pela China para monitorar sua enorme população de 1,4 bilhão de pessoas lhe dará uma grande “vantagem estratégica” sobre os EUA no desenvolvimento da IA.

Portanto, não é por acaso que o Partido Comunista Chinês (PCC) lidera o processo de desenvolvimento e implantação do 5G a uma velocidade vertiginosa, já que os líderes do PCC acreditam que o 5G fornecerá a plataforma para as ferramentas necessárias para gerenciar a vasta população da China. Além disso, a combinação de 5G e AI dá à China uma vantagem assimétrica sobre concorrentes como os EUA quando se trata de questões de segurança nacional e a corrida para dominar o espaço, que é o novo ponto estratégico em uma guerra futura em potencial.
É importante enfatizar que a implantação do 5G está ocorrendo na China e em outros países, sem levar em consideração os vários estudos científicos que ligam telefones celulares, torres celulares e a infraestrutura associada a vários problemas de saúde:
Mais de 230 cientistas de 41 países expressaram suas “sérias preocupações” com a onipresente e crescente exposição aos Campos Eletromagnéticos [EMF] gerados por dispositivos eletrônicos e sem fio já antes do lançamento adicional da tecnologia 5G. Eles se referem ao fato de que “numerosas publicações científicas recentes mostraram que a energia dos EMF afeta os organismos vivos em níveis bem acima da maioria das diretrizes internacionais e nacionais”. Os efeitos incluem aumento do risco de câncer, estresse a nível celular de órgãos do corpo, aumento de radicais livres nocivos, danos genéticos, alterações estruturais e funcionais do sistema reprodutivo, déficits de aprendizado e memória, distúrbios neurológicos e impactos negativos no bem-estar geral em humanos. Os danos vão muito além da raça humana, pois há evidências crescentes de efeitos nocivos para plantas e animais [como a desorientação das abelhas].
Apesar das terríveis e massivas advertências dos profissionais de saúde, o setor de telecomunicações fez lobby junto a órgãos reguladores de governos, como a Federal Communications Commission (FCC) dos EUA, para prosseguir com a instalação da infraestrutura técnica para lançamentos sucessivos das gerações iniciais de comunicações sem fio, citando estudos científicos conflitantes .
O mesmo processo agora também está se repetindo com o lançamento do 5G, o que está sendo feito sem a indústria de telecomunicações realizar estudos de saúde sobre como os telefones celulares e torres usando o sistema  5G afetarão o corpo e o DNA humanoDe fato, o debate central sobre a implantação do 5G não envolve preocupações com suas implicações na saúde pública, dado o que os estudos médicos mostraram claramente com as gerações anteriores da telefonia móvel, mas preocupações com a segurança nacional sobre como responder ao domínio da China no 5G.
Isso é exemplificado em figuras influentes, como o general de brigada Robert Spalding, autor de Stealth War: How China Took Over While America’s Elite Slept  e um ex-consultor do Conselho de Segurança Nacional do presidente Trump, que enquadrou todo o debate sobre 5G como um núcleo nacional para preocupação de segurança. Em um memorando que foi distribuído aos membros do conselho de segurança nacional de Trump, Spalding escreveu :
Quem lidera em tecnologia e participação de mercado na implantação de 5G terá uma enorme vantagem em introduzir a Internet das Coisas em Massa, aprendizado de máquina, inteligência artificial e, portanto, as alturas de comando do domínio da informação.
Spalding e outros salientam que as empresas de telecomunicações chinesas como a Huawei são obrigadas pelas leis domésticas a fornecer backdoors em sua infraestrutura técnica que permitirá que os serviços de inteligência [Comunista] da China conduzam espionagem GENERALIZADA, assim como a Agência de Segurança Nacional usa backdoors na infraestrutura de comunicações dos EUA para espionar autoridades. de governos amigos e espionar seus próprios cidadãos conforme denunciado pelo insider Edward Snowden.

Dessa forma, a China dominará as “alturas de comando do domínio da informação”, algo que os EUA estão determinados a impedir, ao avançar também na implementação de sua própria rede de telefonia 5G o mais rápido possível.
Como a China, os EUA estão avançando com planos de implementar o sistema 5G, apesar da falta de estudos de saúde sobre os efeitos sobre a saúde pública da população, já que os estrategistas de segurança nacional não querem que a China domine o campo da informação. Estudos anteriores sobre 3G e 4G apontaram claramente que a maior concentração de estações transmissoras em uma área urbana densa provavelmente aumentará drasticamente o impacto na saúde.
Sabemos pelo anúncio oficial do governo da província de Hubei que Wuhan seria a cidade piloto para a implantação do 5G a partir de 2019. De acordo com um relatório do site oficial de notícias do governo Xinhua :
“A China Mobile Hubei Branch ativou 1.580 estações base 5G na cidade de Wuhan  em meados de outubro [2018], alcançando a cobertura 5G de universidades, centros de transporte e outras áreas densamente povoadas, de acordo com a filial. ”
A história da agência Xinhua confirma que, quando o Coronavírus CoVID-19 surgiu em dezembro de 2019, os moradores de Wuhan já estavam saturados pelo aumento da radiação de radiofrequência (RF) transmitida por 1.580 estações 5G (macro) que chegariam para 3.000 instaladas até final de 2020.
Isso leva à questão-chave de saber se o aumento da radiação de RF absorvida pelos residentes em Wuhan como parte do lançamento como cidade piloto 5G os tornou especialmente suscetíveis ao Coronavírus e aos vírus assassinos em geral. Isso, por sua vez, levanta uma questão ainda mais preocupante:
“O Coronavírus CoVID-19 poderia ter sido a liberado como parte de um teste de armas biológicas diretamente relacionado ao lançamento do 5G? Em outras palavras, algum grupo desconhecido queria testar como uma população enfraquecida pela radiação RF de 5G responderia a uma arma biologicamente projetada em laboratório?”
Existem várias teorias sobre o Coronavírus CoVID-19 ser uma arma biológica e não um vírus natural encontrado em morcegos que seriam vendidos em um mercado de alimentos exóticos em Wuhan. O mais popular é que ele foi modificado em um laboratório de pesquisa biológica localizado em Wuhan e vazou acidentalmente, conforme proposto por dois pesquisadores chineses de biomedicina :
Em resumo, alguém estava envolvido com a evolução do coronavírus CoVID-19. Além das origens da recombinação natural e do hospedeiro intermediário, o coronavírus assassino provavelmente se originou de um laboratório de biologia em Wuhan. Pode ser necessário reforçar o nível de segurança em laboratórios de risco biológico de alto risco. Podem ser adotados regulamentos para realocar esses laboratórios longe dos centros das cidades e de outros locais densamente povoados.
Uma segunda teoria é que o Coronavírus é uma arma biológica lançada na China pelos EUA, como proposto por algumas fontes russas :
Zvezda, uma agência de notícias financiada pelo Ministério da Defesa da Rússia,  publicou um artigo no final do mês passado intitulado “Coronavírus: guerra biológica americana contra a Rússia e a China”. O autor começa estabelecendo uma suposta intenção: o vírus golpeou a economia chinesa, o que enfraquece a mão negocial de Pequim na próxima rodada de negociações comerciais, após a recente assinatura do acordo da primeira  fase entre Washington e Pequim.
Uma terceira teoria vem de Robert David Steele e Benjamin Fulford , que afirmam que o Coronavírus representa um ataque de “bandeira [False Flag Attack] falsa” orquestrado pelo Deep State / Mossad, com o objetivo de iniciar uma guerra entre a China e os EUA. Felizmente, o ataque de falsa [False Flag Attack] bandeira falhou, de acordo com Steele :
Acredito que a confiança pessoal entre o Secretário Geral do PCC da China, Xi Jinping e o Presidente Donald Trump é forte, e a ideia de que os EUA empreenderiam um ataque como esse por uma questão de política foi reduzida na China. É claro que existem elementos desonestos em nosso Departamento de Defesa (DoD) e na Agência Central de Inteligência (CIA) conhecidos por colaborar com o Mossad em operações de captura de pedofilia, tráfico de drogas, patrocínio ao terrorismo, incluindo ISIS e [o falso atentado terrorista em] 11 de setembro, mas no fundo, estou confiante de que isso não foi feito pelos EUA e a liderança chinesa sabe disso.
Significativamente, Steele e Fulford vinculam o Coronavírus ao lançamento de 5G como parte desse ataque de armas biológicas de bandeira falsa. Steele resume sua posição da seguinte maneira:
Também não está claro para mim até que ponto o 5G – do qual a China é o país líder – se cruza com o vírus biológico CoVID-19 . O 5G é uma grande parte disso – o que ainda não sabemos é se foi um ataque de bandeira falsa, como suspeito; um teste da interseção entre guerra biológica e guerra eletromagnética; ou um ataque completo destinado a destruir a economia chinesa e começar a despovoar a China – ou todos os três!
Robert David Steele, em particular, está entre um seleto grupo de pesquisadores que descobriram o vínculo entre a implantação do 5G, o surto de coronavírus e o futuro da guerra biológica. Resta ver como o público chinês e mundial reagirá à medida que a crise do Coronavírus ocorrer na China e no resto do mundo.
Os profissionais de saúde têm nos alertado sobre o aumento da RF das transmissões 5G em áreas urbanas densas, mas foram totalmente ignorados pelos formuladores de “políticas nacionais” [leia-se AGENDA NWO, Deep State, Illuminati]. Atualmente, as empresas chinesas e norte-americanas planejam colocar dezenas de milhares de satélites 5G no espaço, transmitindo sinais em frequências que os profissionais de saúde alertam que afetarão negativamente a saúde humana e até o nosso DNA. Somente o Space X planeja enviar 12.000 satélites 5G para a órbita da Terra, que alguns ativistas acreditam que “poderiam acabar com a vida na Terra”.
É muito claro que a China e os EUA estão em uma corrida furiosa para dominar o domínio da informação, o ciberespaço, a IA e militarizar o espaço sideral, e o 5G é considerado uma ferramenta indispensável nessa corrida. Esse é especialmente o caso da recém-criada Força Espacial [SPACE FORCE] dos EUA. tentará estabelecer a hegemonia americana através de frotas de naves espaciais antigravitacionais desenvolvidas secretamente por Programa Secreto Espacial da Força Aérea dos EUA, e a China contará com o lançamento de seu próprio programa espacial secreto.
Embora os interesses de segurança nacional possam tentar as autoridades governamentais a ignorar os riscos à saúde representados pelo 5G, o vínculo entre o surto de Coronavírus e o 5G é um prenúncio do que está por vir se os governos continuarem imprudentemente com a implantação de estações de transmissão 5G ao redor de nós e do espaço. A grande lição a ser aprendida de Wuhan como epicentro da implantação do 5G na China e do surto de Coronavírus é que o 5G está destinado a desempenhar um papel importante no futuro da guerra biológica, a menos que medidas drásticas sejam tomadas.
Apesar dos riscos indiscutíveis à saúde apresentados pelo 5G e sua ligação com a disseminação do Coronavírus e da guerra biológica em geral, pode-se prever que estrategistas militares na China e nos EUA continuem pressionando agressivamente sua rápida implementação pelas empresas de telecomunicações.
O público em geral precisa estar plenamente consciente da interconexão entre 5G-Coronavírus-guerra biológica e responder enquanto ainda há tempo para a rápida implementação das estações de transmissão 5G no solo e no espaço. São necessários esforços determinados para garantir que a implantação do 5G possa prosseguir de maneiras que não prejudiquem o sistema imunológico humano ou perturbem outras formas de vida na Terra.
Cientistas russos fizeram grandes progressos na integração de energias eletromagnéticas de maneira a promover a proteção contra ondas de RF prejudiciais e estimular a cura, de acordo com pesquisadores líderes como o Dr. Thomas Bearden . Outros pesquisadores pioneiros, como o Dr. Ilija Lakicevic e Jacque Bauer , levaram a pesquisa dos russos para o próximo nível e desenvolveram dispositivos projetados para “converter frequências nocivas em um campo de revitalização favorável ao corpo humano”.
Embora a ligação entre o lançamento do 5G e o Coronavírus em Wuhan seja muito perturbadora, as pesquisas e dispositivos científicos desenvolvidos em resposta aumentam as esperanças de que indivíduos e comunidades possam se proteger no futuro contra a radiação nociva de RF que aumentará drasticamente devido a milhares de estações terrestres e satélites no espaço de 5G  e de possíveis futuras armas biológicas e de frequência.
© Michael E. Salla, Ph.D.

Você quer mesmo saber como esse coronavírus “surgiu na China” e se espalhou pelo mundo em pouco tempo? Ao pesquisar os arquivos de registros de patentes nos EUA on-line, foi descoberto o registro de uma patente de Coronavírus concedida para o C.D.C. –  Centers for Disease Control and Prevention [se trata do principal instituto nacional de saúde pública dos EUA. O C.D.C. é uma agência federal dos EUA sob o United States Department of Health & Human Services (HHS)] que tem sua sede em Atlanta, Geórgia. Assim emerge um fato indiscutível, o de que o “DONO” DESSE VÍRUS MORTAL E SEU CRIADOR é o PRÓPRIO C.D.C. (Centro de Controle e Prevenção de Doenças)
O coronavírus do surto atual não teve origem na China, mas FOI IMPLANTADO neste país asiático com a clara intenção de causar o maior dano possível aos chineses. A consequência natural, quando  [se já não descobriu] a China perceber que a eclosão do surto pode ter sido um ataque de BIOWEAPON ao seu território e contra seu povo, qual será o tipo de resposta a ser dada pela China aos [ir]responsáveis pela contaminação. Começamos a ano de 2020 com muitos que operam nas sombras desejando aumentar o caos no planeta.

PATENTE de criação de um CORONAVÍRUS fornecida ao CDC (Centers for Disease Control and Prevention)  US7220852B1 – SOBRE A CRIAÇÃO DE CORONAVÍRUS [SARS] ….
Na patente acima, do registro de um CORONAVÍRUS [uma BIOWEAPON], você encontrará 72 páginas de conteúdo para poder julgar esse letal “surto repentino e desconhecido de coronavírus” na China . Leia a patente nesse link primeiro, faça o download e compartilhe este artigo amplamente antes que os AGENTES do DEEP STATE a excluam. Mantenha-se sábio, com discernimento e saudável!

“E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.  Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá FOMES, PESTES e TERREMOTOS, em vários lugares. Mas todas estas coisas são [APENAS] o princípio de dores. Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome. Nesse tempo muitos serão escandalizados, e trair-se-ão uns aos outros, e uns aos outros se odiarão. E surgirão muitos falsos profetas, e enganarão a muitos. E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará. Mas aquele que perseverar até ao fim, esse será salvo”.  Mateus 24:6-13

Leitura adicional:
Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.
thoth(172x226)
http://vega-conhecimentos.com


Obrigado por compartilhe com seus amigos, imprima, copie o link, envie por e-mail.

ACESSE NOSSAS INDEXADAS

PESQUISE POR ASSUNTO

AS PREFERIDAS DO MÊS

SEJA MAIS UM(A) SEGUIDOR(A)